top of page
Buscar

Saiba identificar os sinais quando o motor de partida estiver arrastando.


Podemos dizer que o motor de partida, também chamado de motor de arranque é um dos itens mais importantes de um veículo. Ele transforma a energia elétrica em mecânica, possibilitando o movimento inicial do motor principal de combustão interna. O componente tem um eixo com uma pequena engrenagem na ponta o pinhão, que é o responsável pela conexão com outra engrenagem muito maior a cremalheira, instalada no volante do motor.

Quando giramos a chave ou usamos o botão da partida, a eletricidade da bateria chega ao relê solenoide conhecido como “automático” ou “chave magnética”, que realiza um efeito de alavanca no impulsor. Dessa forma, o pinhão que fica em sua ponta acopla na cremalheira do motor e inicia o seu movimento.

Entre os principais cuidados a serem tomados, está a manutenção preventiva de todo o sistema e também os hábitos de direção. Por outro lado, como é um item que consome muita energia, algumas falhas podem ser provocadas por outras peças elétricas, não tendo nenhuma ligação direta com o arranque.

Confira alguns exemplos de outros problemas que podem influenciar o funcionamento ou a durabilidade dessa peça.


Sempre leve em consideração numa avaliação preliminar:

Tempo de uso: quanto mais partidas, maior o desgaste do motor de arranque, o que é algo normal.

Manuseio da chave ou botão: é importante não forçar. Assim que o veículo começa a funcionar, deixe de acionar o sistema. Os excessos podem superaquecer ou até queimar alguns componentes.

Estado da bateria: se não estiver funcionando direito, o arranque será imediatamente afetado, por ser um dos maiores consumidores de eletricidade do veículo.

Alternador ou magneto das motos: fique atento que a bateria fraca, muitas vezes, é apenas um reflexo de falhas na geração de energia. Esses defeitos podem ser eletroeletrônicos ou até mecânicos, como um desgaste acentuado no sistema de correia, polias e tensionador que costuma ser usado nos carros.

Fiação: é preciso investigar também se não existem fios defeituosos, algum curto-circuito, folgas ou impurezas acumuladas nos conectores e terminais.

Temperatura ambiente: em cidades com uma média de temperatura anual mais baixa, é natural que a partida seja um pouco mais difícil e a durabilidade de todo o sistema fique reduzida.

Cuidados com o combustível: tenha sempre muito cuidado na escolha dos postos onde abastece, para fugir das adulterações. Nos carros flex que usam o “tanquinho”, nunca deixe a gasolina acabar ou ficar velha.

Falta de manutenção: para um veículo ter uma partida perfeita, é fundamental fazer uma manutenção preventiva e caprichada nas velas, cabos, bobinas, filtros e no sistema de alimentação seja carburador ou injeção eletrônica.

Se você notar que existe um problema no sistema de partida, a primeira dica é não sair trocando peças antes de consultar um especialista. O motor de arranque é bastante durável e em alguns casos, apenas uma boa limpeza ou a substituição de componentes baratos é o suficiente para resolver a falha.

Fique atento aos sinais de problemas que o seu veículo apresenta e faça a manutenção preventiva. Outro cuidado, durante a manutenção, é escolher peças de qualidade. Assim o serviço será bem executado você poderá rodar tranquilo por muito tempo Nós do Dedé Autopeças estamos preparados para te auxiliar na compra das peças do seu carro. Temos de A a Z, para veículos nacionais e importados.

Comments


bottom of page