top of page

Como cuidar bem do carro durante o inverno



Você sabia que as baixas temperaturas podem afetar o funcionamento mecânico do carro? O inverno é a época de maior desgaste para peças como bateria, pneus, ar condicionado e freios, devido a variação de temperatura e ao uso mais exigente. Por isso, é necessário cuidar bem do carro durante o inverno. A manutenção e revisão precisam ser feitas com mais atenção.


Cuidar bem do carro no inverno é uma forma de evitar que ele apresente algum problema mecânico inesperado em momentos inconvenientes. Assim, você reduz as chances de imprevistos, acidentes e a necessidade de gastos extras com assistência e reparos.

Se o frio já chegou por aí, confira, a seguir, dicas de cuidados especiais que você pode tomar para fazer o uso adequado do seu veículo durante o inverno!


Cuidados no dia a dia

  • Mantenha o nível da gasolina sempre acima do reservatório!

Em temperaturas baixas, a falta da gasolina aumenta o tempo da partida do motor. Isso força a bateria do veículo em excesso e pode danificá-la.

Lembre-se também que o ideal é trocar a gasolina do reservatório ao menos uma vez por ano, para evitar que a gasolina armazenada passe do prazo de validade.

  • Evite deixar luz, som e outros equipamentos ligados enquanto o veículo estiver desligado.

O inverno AUMENTA EM 20% a troca de baterias de carros. Essa é outra forma de poupar a bateria, aumentar sua vida útil e evitar a necessidade de trocá-la nesse período.

Outra dica é evitar dar a partida com rádio e faróis ligados. Também vale fazer uma revisão do alternador, para verificar se ele está carregando a bateria adequadamente.

  • “Esquente” o motor antes de sair, se não houver injeção eletrônica.

Para veículos sem injeção eletrônica, vale ligar o motor e esperar alguns minutos antes da partida, para que ele atinja a temperatura ideal. No entanto, isso não é necessário para carros que têm injeção eletrônica, uma vez que ela promoverá esse aquecimento no início do seu trajeto. Dirigir mais devagar nos quilômetros iniciais é o suficiente.


Cuidados na manutenção do carro

  • Troque o filtro do ar condicionado.

O ideal é que essa peça seja trocada a cada seis meses. No inverno, essa recomendação é ainda mais importante. É a época em que doenças respiratórias são mais comuns. Utilizamos muito o ar condicionado para desembaçar os vidros e garantir uma boa visibilidade. O filtro do ar pode reter impurezas e agravar essas enfermidades.

  • Verifique as palhetas dos limpadores de para-brisa!

Essa dica é importante, principalmente, para quem mora em regiões mais úmidas e chuvosas durante o inverno. As condições climáticas podem prejudicar a visibilidade do motorista. Por isso, manter os vidros limpos e sem arranhões é fundamental.

Se a borracha da palheta estiver ressecada, com falhas ou ranhuras, ela pode danificar o para-brisa. O ideal é trocá-las a cada três ou quatro meses. Programe-se!

  • Cheque o funcionamento das luzes do carro.

Ainda pensando nas condições climáticas que prejudicam a visibilidade, vale lembrar que você utiliza mais as luzes do veículo durante o inverno. O pior momento para um farol apresentar um defeito é durante chuva ou neblina. Para evitar esse imprevisto, faça uma revisão das lâmpadas e troque-as com antecedência.


Cuidados na revisão

  • Se necessário, troque a vela de ignição.

Produzir uma faísca elétrica é mais difícil sob baixas temperaturas. Se a vela de ignição do seu veículo já tem mais de 10 mil quilômetros rodados, é hora de substituí-la. A probabilidade de que ela não funcione no inverno é maior.

  • Evite deixar o carro exposto ao clima por longos períodos.

Se você mora em uma região de muitas chuvas, névoa ou geadas no inverno, não deixe seu veículo exposto a essas intempéries. Dê preferência a garagens cobertas. Se não for possível, use uma capa. É uma medida importante para conservar a pintura.

  • Use a mistura correta no fluido do radiador!

Para evitar que o fluido do radiador congele, é importante que seja composto por 50% de água desmineralizada e 50% de aditivo à base de etileno glicol. Não utilize água da torneira.



Comments


bottom of page