top of page

Marcador de combustível parou? Entenda o motivo!


Uma coisa preocupante é estar dirigindo e, de repente, observar que o marcador de combustível não funciona. Por que? Esta é uma pergunta que provavelmente o motorista se fará ao constatar que não possui uma das informações mais básicas e importantes a bordo de qualquer veículo.

Por isso, é fundamental saber o motivo pelo qual o marcador de combustível não funciona. Trata-se de um dos instrumentos mais antigos que existem num automóvel e, acredite, alguns carros do passado nem o portavam de fábrica. Então, saiba quais as causas prováveis para o nível não esteja funcionando.


A Boia da bomba

Chamado de flutuador, ele é feito de plástico, mas pode sofrer com a ação corrosiva da gasolina e do etanol, podendo encharcar-se de combustível e assim afundar, alterando a medição do sensor de nível. Isso pode fazer com que, mesmo com o tanque cheio, ele marque um nível mais baixo.

Ele também pode ficar mudando de posição constantemente, alterando a percepção real da quantidade de gasolina/etanol/diesel no tanque. Isso pode colocar o condutor em risco, dependendo da quilometragem rodada sem reabastecimento.


Não sai da reserva

Mesmo com a bomba do posto travando no nível máximo, o marcador de combustível continua na reserva? Isso é sinal de que o problema é no sensor de nível, que fica na própria bomba de combustível, dentro do tanque. Para resolução do defeito, só mesmo a substituição da peça inteira.

No entanto, antes de proceder dessa forma, verifique o fusível responsável pelo marcador de combustível para saber se o mesmo não está queimado. Nesse caso, sai bem mais em conta do que trocar o dispositivo de medição. Porém, esse fusível atende todo o painel de instrumentos e isso significa que outros mostradores deverão estar também com defeito.


Fiação

A parte elétrica também contribui para falha no marcador de combustível. A fiação pode ter se rompido ou estar com falhas. Nesse caso, dependendo da avaria no fio que liga o sensor de nível na bomba até o painel, pode-se aparecer informações conflitantes no instrumento do cluster. Caso ele esteja conectado, o problema pode ser na fiação interna. Por isso, com um multímetro no modo Ohms (Ω), é possível saber se o fio está com defeito, verificando se o nível máximo continua ou se está baixo, pois, ambos refletem mais ou menos combustível no tanque. Se houver distorções, é que a fiação está danificada em algum ponto.

Nós do Dedé Autopeças estamos preparados para te auxiliar na compra das peças do seu carro. Temos de A a Z, para veículos nacionais e importados.


Comments


bottom of page