top of page

Como a bobina de ignição com defeito afeta o carro?




A função da bobina de ignição é transformar a tensão da bateria na alta tensão necessária para formação da centelha. Ao criar essa tensão, ela é transferida para as velas de ignição, onde são produzidas as faíscas que realizam a combustão e, consequentemente, o funcionamento do motor. Essa peça, mesmo que fundamental, pode gerar algumas dúvidas quanto ao funcionamento. Mas, como você pode ler acima, é um sistema bem simples. De forma mais detalhada, o funcionamento ocorre da seguinte maneira: ela explode o combustível e a mistura do ar, empurrando o pistão para baixo e movimentando o carro. Como você pode notar, a bobina de ignição com defeito pode ser mais grave do que o imaginado, afinal, é uma peça fundamental para o funcionamento do carro. É importante lembrar que as velas de ignição trabalham em condições extremas, por isso fique atento para saber quando trocá-las. Quando trocar a bobina de ignição? A bobina de ignição não é uma peça que costuma dar problemas com facilidade. O item original pode durar mais de 200 mil quilômetros. Entretanto como qualquer outra peça do carro, ela também necessita de manutenções preventivas. A vida útil da bobina de ignição pode ser reduzida devido às más condições de uso do veículo e da falta de revisões nas velas de ignição, cabos supressores e alternador. Durante essas manutenções preventivas, é indicado que as velas sejam trocadas a cada 20 mil quilômetros. Além disso uma análise sobre os cabos de vela e dos bicos injetores é recomendada. Isso ajuda a prolongar o tempo de vida útil da peça, mesmo que ele seja grande. Bobina de Ignição com defeito: principais sintomas Atenção, bobina de ignição com defeito não é algo simples e o problema precisa ser resolvido o quanto antes. Praticamente todos os carros contam com uma bobina de ignição, peça responsável por distribuir a corrente para as quatro velas. No entanto, quando a corrente chega com irregularidade às velas, você deve se atentar, pois esse é um grande sinal de que a vela está com defeito. Essa situação certamente levará a sérios problemas na combustão do carro. Alguns dos sintomas mais comuns podem ser facilmente identificados, a começar pelos tiros no escapamento, quando o veículo está contrabalançando. Esse problema acontece quando o combustível que não é utilizado passa a ser emitido por meio do sistema de escape, e é facilmente identificado pela presença de fumaça preta saindo do escapamento e cheiro forte da gasolina. Outro sintoma de defeitos na bobina de ignição são as falhas na partida do carro, principalmente quando o veículo está frio pela manhã. Esse defeito acontece entre o distribuidor e as velas de ignição. O motor começa a falhar por causa de uma ou mais velas que não recebem a quantidade necessária de carga. Diante disso, o carro não pega de primeira. Motor engasgado? Outro sintoma de que as bobinas podem estar com problemas. Caso o veículo comece a engasgar regularmente no momento da partida ou em altas velocidades é um indicativo bem forte de que você precisa levar o carro para revisão. Além disso, ele também pode apresentar vibração quando está em ponto morto ou simplesmente parado no farol. Nós do Dedé Autopeças estamos preparados para te auxiliar na compra das peças do seu carro. Temos de A a Z, para veículos nacionais e importados. Siga seu destino com segurança! #dicasdeblog #DedeAutopeças #suvs #camionete #peças #carros #manutenção #dicasautomotivas #contagem #dicasmanutenção #cuidadosessenciais #bobinadeignição


Comments


bottom of page